Bolsominions ignorando a quarentena irritam até Monge Zen budista

"Ser zen não é apoiar gente que não se esforça pra entender epidemiologia... Ou qualquer texto. Fiquem longe para não passar corona!", escreveu o monge em seu Twitter

O Monge Zen Budista Zen Yakusan, Médico pela UFRN, especialista em medicina de família e comunidade e professor universitário perdeu a paciência na última sexta (27) e tuitou: “FUCK OFF! Sou monge zen mas não sou obrigado. E ser zen não é apoiar gente que não se esforça pra entender epidemiologia… Ou qualquer texto. Fiquem longe para não passar corona!”

O Monge e médico vinha se mostrando irritado em suas redes com a maneira que a pandemia vem sendo tratada no país. Em outro tuíte na rede social, ele menciona que o Brasil foi citado na publicação internacional “The Lancet como exemplo do que não fazer.

Ao ser questionado por seu comportamento, ele esclareceu: “Ser Zen não é ser lento, parado, só good vibes. Ser zen é praticar a sabedoria para a hora de parar e a hora de agir, a hora de debater e a hora de mandar parar. Despertem! Estamos em um momento onde precisamos de muita reflexão e ação”.

Avatar de Clara Averbuck

Clara Averbuck

Escritora e jornalista, autora de 9 livros.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR