Cidade do Paraná reabre baladas em meio à explosão de casos de Covid

Veja vídeos em que boate anuncia retorno

A cidade Guarapuava (PR), de menos de 200 mil habitantes, registra nos últimos dias recordes no número de casos de Covid-19. Essas marcas tem sido atingidas em meio à flexibilização de medidas de isolamento social na cidade paranaense, que permite, até mesmo, o retorno de boates.

Segundo balanço divulgado pela prefeitura nesta quarta-feira (5), foram 196 casos confirmados da doença em 24h. O número é o segundo maior desde o início da pandemia, perdendo apenas para terça-feira (4), quando foram registrados 237 novas confirmações de infecção pelo Sars-Cov-2.

O terceiro maior número fica com o último domingo (2), quando foram registrados 189 novos casos. Para uma cidade de menos de 200 mil habitantes os números são expressivos.

Essa alta acontece em meio à uma flexibilização promovida pela Prefeitura, onde até boates puderam voltar a abrir. O perfil BCovidfest compartilhou na terça-feira (4) um vídeo que viralizou nas redes sociais mostrando os “protocolos” dessa reabertura. Confira abaixo.

Na gravação, um influenciador digital paranaense mostra as instalações da boate Muv, que pretende reabrir no dia 7 de maio. Os vídeos compartilhados pelo perfil foram publicados no próprio perfil da casa de eventos.

Nas publicações da Prefeitura de Guarapuava, aparecem muitas críticas à flexibilização.

“Todos os dias 3/4/5 óbitos sendo registrados por covid-19 em Guarapuava. E é revoltante o DESCASO do poder público com a população guarapuavana. O povo está a Deus-dará com essa gestão. Medidas de distanciamento “pra inglês ver”, porque na real o que vemos é MUV (balada) promovendo abertura, bares e lanchonetes lotados, pessoas sem máscara, aglomerações, estabelecimentos que não respeitam as normas de segurança. Quantos mais precisarão morrer pra que algo seja feito EFETIVAMENTE?”, disse uma internauta.

“Nossa! Isso, flexibilizem os horários, abram as casas noturnas, bares. Liberem eventos e confraternizações nas residências. Seus irresponsáveis. Prefeitura, essa conta é de vcs!”, escreveu outra.

Publicidade

Guarapuava defende o “tratamento precoce” contra a Covid-19 desde o ano passado como “solução” contra a pandemia. Pregada pelo presidente Jair Bolsonaro, essa medida não tem eficácia comprovada contra a doença.

Assista:

Publicidade
Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Lucas Rocha é formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ e cursa mestrado em Políticas Públicas na FLACSO Brasil. Carioca, apaixonado por carnaval e pela América Latina, é repórter da sucursal do Rio de Janeiro da Revista Fórum e apresentador do programa Fórum Global

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR