Facebook e Instagram apagam vídeo de passeio de Bolsonaro no Distrito Federal

Redes sociais excluíram vídeo de conversa de Bolsonaro com vendedor ambulante por "promover a desinformação" em meio à pandemia do Coronavírus

O Facebook apagou nesta segunda-feira (30) o vídeo publicado por Jair Bolsonaro da conversa com um vendedor ambulante durante passeio em Taguatinga, no Distrito Federal, no domingo (29).

Segundo o Facebook, que excluiu também a publicação no Instagram, o vídeo foi apagado por “promover desinformação”, segundo a BBC Brasil.

“Removemos conteúdo no Facebook e Instagram que viole nossos Padrões da Comunidade, que não permitem desinformação que possa causar danos reais às pessoas”, informou o Facebook em nota.

Na gravação apagada, Bolsonaro dizia: “Eles querem trabalhar. é o que eu tenho falado desde o começo”, em defesa do fim do isolamento recomendado pela Organização Mundial da Saúde em meio à pandemia do coronavírus.

Bolsonaro prosseguia: “Aquele remédio lá, hidroxicloroquina, está dando certo em tudo o que é lugar”.

O uso do remédio ainda está em fase de estudos e sua eficácia contra o vírus não é garantida pela comunidade médica.

A decisão do Facebook aconteceu no dia seguinte a exclusão de dois vídeos de Bolsonaro pelo Twitter.

No domingo (29), o Twitter apagou duas mensagens publicadas por Bolsonaro com vídeos de um passeio que o presidente havia feito em uma área comercial no Distrito Federal.

Publicidade
Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR