Kennedy Alencar chama Bolsonaro de “criminoso” e “genocida” em resposta a Carluxo

A resposta, sem citar o nome do presidente, foi para um post do vereador Carlos Bolsonaro

O jornalista Kennedy Alencar, do UOL, chamou, nesta quarta-feira (9), em sua conta do Twitter, o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) de “criminoso” e “genocida” em resposta ao próprio filho do presidente, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ).

“O sr. sabe muito bem quem é o criminoso que está dizimando povos indígenas e a população brasileira. É um conhecido genocida, um criminoso responsável por mais pessoas terem morrido na pandemia”, escreveu Kennedy.

A frase foi uma tréplica ao comentário do jornalista a um post do presidente sobre sua política indigenista: “criminoso”.

“Isso é um jornalista conhecido no Brasil… Ama um ex-condenado e não nega em seus sorrisos quando mencionado. Eis o que desejam para quem quer trabalhar!”, escreveu Carluxo.

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.