Pedro Alexandre Sanches

  • Karol Conka: Vou fazer rap e ser mulher

    As músicas e histórias de Karol Conka compõem o mais belo e singelo retrato de combate não violento ao machismo e ao racismo. “É como se meu disco fosse um remédio. Cada letra, cada música eu fiz pensando no que vivi e escrevendo pra mim, me colocando no lugar das pessoas, o que eu gostaria de ouvir de uma artista negra”

  • A música brasileira com B maiúsculo

    Selo independente resgata a história completa do Festival Internacional da Canção Popular, que se mistura à rica trajetória da MPB

  • Livres das amarras

    Com seus novos lançamentos, Teresa Cristina e Zélia Duncan conduzem suas trajetórias de forma que seria provavelmente inviável quando as gravadoras multinacionais ditavam todas as regras da indústria musical

  • Expresso 2222: A viagem de volta de Gilberto Gil

    Relançado depois de 40 anos, Expresso 2222, primeiro álbum do artista após a volta do exílio britânico, revela uma tentativa de harmonização entre opostos, que inspirou parte substancial dos mais consistentes artistas brasileiros

  • Voz poderosa, mas esquecida

    Milton Santos de Almeida, mais conhecido como Miltinho, fez muito sucesso nos anos 1960, cantou em parceria com Elza Soares e Doris Monteiro e foi artífice de uma música brasileira quente, corpulenta, híbrida de samba e jazz com suingue negro

  • Rael: “A minha autoestima me defende”

    Um dos artífices de uma original fusão entre rap e reggae conta como a música serviu para a afirmação de sua identidade e a de outros jovens da periferia

  • Sem direito à rebeldia

    Relançamento da obra de Wanderléa do período de 1969 a 1985 mostra as dificuldades de uma artista que quis fugir do estereótipo que a indústria fonográfica moldou para ela

    • 1
    • 2