#Sergey Bubka

05 de julho de 2019, 11h11

Popov e Bubka negam ter aceitado suborno para votar pelo Rio como sede dos jogos de 2016

Os dois ex-atletas usaram suas redes sociais para desmentir as declarações do ex-governador Sérgio Cabral, que disse à Justiça ter pagado propina de 2 milhões de dólares para comprar votos para a eleição do Rio de Janeiro como sede dos Jogos Olímpicos em 2016