quarta-feira, 28 out 2020
Publicidade

O sim de Tatto para as primárias em São Paulo não pode passar batido


O pré-candidato a prefeito de São Paulo pelo PT, Jilmar Tatto, foi categórico ao ser indagado por este blogueiro se aceitava uma primária para definir o candidato do campo da esquerda nestas eleições municipais. Disse topo três vezes.

Tatto abre com esse seu gesto uma nova avenida para o debate político nacional. Se as primárias vierem a acontecer em São Paulo, essa ideia se espalhará pelo Brasil incendiando o debate sobre como enfrentar o projeto autoritário e fascista como rastilho de pólvora.

O blog apurou conversando com militantes do PSOL e do PCdoB que o topo de Tatto foi debatido em grupos desses partidos e que em nenhum dos dois houve rejeição imediata à ideia. Muito pelo contrário.

Nos grupos do PT também não se estabeleceu qualquer crise com a declaração de Tatto. Entre outras declarações de apoio à tese, o vereador Eduardo Suplicy teria publicado um texto se colocando à disposição para articular o processo das primárias.

Passa por Lula

Há uma avaliação meio consensual entre os dirigentes dos partidos com quem este blogueiro conversou na condição de off durante o dia de ontem. Todos dizem que um processo dessa magnitude só acontecerá se Lula se envolver pessoalmente. Só ele teria condições de convidar os pré-candidatos dos partidos de esquerda em São Paulo (Tatto, Orlando e Boulos) para acertar uma proposta que viabilizasse uma eleição primária pra definir o nome do cabeça de chapa para enfrentar o projeto Bolsodoria em São Paulo.

Procurados pelo blogueiro, tanto Guilherme Boulos quanto Orlando Silva disseram que teriam que debater internamente a questão, mas não rechaçaram a ideia de imediato.

Leia também:

Tatto diz que topa primária com Boulos e Orlando para definir candidato da esquerda em SP

“No Leblon já perdi a eleicao”, ironiza Jilmar Tatto sobre apoio de artistas ao PSOL em SP


Renato Rovai
Renato Rovai
Jornalista, mestre em Comunicação pela ECA/USP e doutor pela UFABC. Mantém o Blog do Rovai. É editor da Fórum.