Milos Morpha

por Cesar Castanha

Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
01 de fevereiro de 2012, 12h36

Vigília Oscar 2012: Jane Eyre

“Jane Eyre” é uma adaptação do livro homônimo de Charlotte Brontë. O filme segue a linha das outras adaptações de romances ingleses escrito por mulheres tais como “O Morro dos Ventos Uivantes” (Emily Brontë), “Orgulho e Preconceito”, “Emma” e “Razão e Sensibilidade” (Jane Austen). Todos os citados têm o mesmo estilo narrativo e enchem os olhos da mesma forma com a qualidade técnica (figurino, direção de arte e fotografia impecáveis). A diferenciação geralmente está no elenco, e neste ponto “Jane Eyre” está muito bem servido. Mia Wasikowska, que já tinha destilado seu talento como a jovem Sophie da série “Em Terapia”, interpreta-a maravilhosamente, sua Eyre tem um tom sério e decidido, ainda que cheio de medo como consequência de seu passado tenebroso. Michael Fassbender, Jamie Bell e Judi Dench cumprem bem seu papel mas lutam para não serem minimizados diante de uma ofuscante Wasikowska.
Porém, tenho com o filme um problema de gênero cinematográfico, considero-o (assim como o resto da prole) chato. E não há outra palavra que tão bem expresse. Entendam, sou fã de Jane Austen, tenho “Razão e Sensibilidade” como livro de cabeceira, acho o desenvolvimento de personagens dela de um patamar raramente alcançado por escritores, mas não acho que ela e suas amigas funcionem para o cinema, ainda mais para o cinema moderno. Há quem goste, só não é para mim.

Jane Eyre recebeu 1 indicação ao Oscar: Melhor Figurino


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum

#tags