Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de janeiro de 2020, 11h51

Acusado de atentado contra o Porta dos Fundos desafia a polícia e estaria escondido em SC

Foragido, Eduardo Fauzi publicou vídeo nas redes sociais pedindo orações e teria trocado mensagens com amigos em aplicativos, mesmo após o disque denúncia divulgar recompensa de R$ 2 mil por informações que o levem à prisão

Cartaz busca informações sobre Eduardo Fauzi (Reprodução)

Principal dos cinco suspeitos do ataque à produtora do canal Porta dos Fundos, Eduardo Fauzi Richard Cerquise, está desafiando a polícia e mesmo com o anúncio no disque denúncia, oferecendo recompensa de R$ 2 mil por informações que levem à sua captura, publicou um vídeo nas redes sociais nesta quarta-feira (1º) e conversa com amigos por aplicativos de mensagens.

Na troca de mensagens, Eduardo Fauzi, que foi expulso da Federação Integralista Brasileira (FIB), mas segue filiado ao PSL, disse que estava em Florianópolis, Santa Catarina.

O vídeo, que foi divulgado nas redes sociais, foi gravado dentro do quarto de uma casa e na filmagem Eduardo faz ameaças aos humoristas do Porta dos Fundos, chamando-os de “criminosos, marginais, são bandidos”.

Visivelmente transtornado, Eduardo Fauzi diz que a “era PT” enriqueceu Gregório Duvivier e Fábio Porchat, humorista que protagonizam a esquete de Natal do humorístico, que foi alvo de boicote por grupos conservadores.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum