Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
15 de dezembro de 2019, 19h07

Lateral-direito do Fluminense pergunta: “Ninguém para dar um soco?”

Igor Julião comentou sobre episódio em que nazista foi a restaurante em Unaí ostentando uma suástica e foi poupado pela Polícia Militar de Minas Gerais

Igor Julião | Divulgação

Igor Julião, jogador de futebol que atua na lateral direita do Fluminense, usou as redes sociais neste domingo (15) para criticar o episódio em que um homem com suástica no braço e foi poupado pela Polícia Militar e pelos presentes. O caso aconteceu em restaurante em Unaí (MG) no sábado (14).

“Ninguém pra dar um soco? Inacreditável”, publicou Julião em suas redes sociais. Criado na base do Fluminense, o lateral-direito é conhecido por suas posturas de esquerda e já participou de edição do Fórum 21 na qual foi debatida sobre o esporte brasileiro nos tempo de Jair Bolsonaro.

O caso do homem da suástica ganhou grande repercussão nas redes sociais. Usuários denunciaram que a Polícia Militar chegou a ir ao local, mas sequer abordou o sujeito e saiu após conversar com o gerente do estabelecimento. Assista aqui vídeo que registra o momento.

Lei de Crimes Raciais (7.716/1989) foi bastante citada nas redes durante o episódio por prever prisão de dois a cinco anos e multa para quem “fabricar, comercializar, distribuir ou veicular símbolos, emblemas, ornamentos, distintivos ou propaganda que utilizem a cruz suástica ou gamada, para fins de divulgação do nazismo”.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum