Fórum Educação
06 de março de 2020, 08h46

PMs são presos após torturar homens com pauladas em Salvador

Vítimas foram encurruladas pelos agentes e agredidas repetidas vezes com pedaço de madeira. O caso aconteceu na noite de quarta-feira (4)

Reprodução

A Polícia Militar da Bahia informou nesta quarta-feira (5) que prendeu os PMs que agrediram sete homens e um adolescente durante uma abordagem na noite de quarta-feira (4), no bairro da Liberdade, em Salvador. Vídeo mostra que as vítimas foram obrigadas a estender as mãos para que os agentes as agredissem com pauladas repetidas vezes.

A corporação não informou o nome nem as funções dos militares presos. Também não se sabe ainda quantos estavam na abordagem, mas vídeo mostra pelo menos dois agindo nas agressões.

“Neste momento os integrantes da guarnição estão sendo autuados em flagrante na Corregedoria da Polícia Militar e, após as oitivas, serão encaminhados para a Coordenadoria de Custódia Provisória (CCP), onde permanecerão à disposição da justiça. A PM-BA reitera que abusos policiais não serão tolerados por parte de qualquer integrante da corporação e todas as denúncias serão rigorosamente apuradas”, afirmou a Corporação em nota, nesta quinta.

Representante do Coletivo Ideas e do Fórum Popular de Segurança Pública da Bahia, Wagner Moreira disse em entrevista ao Correio que o caso deve ser nomeado como tortura. “Esse caso se trata de tortura e assim tem de ser nomeado. É diferente de ação mais truculenta durante o Carnaval. Ali, as pessoas não tinham como reagir, estavam presas, encurraladas”, disse.

As imagens foram compartilhadas pelo deputado Igor Kannario (DEM-BA), que cobrou o governador Rui Costa (PT) e a PM-BA pelas cenas de tortura. “Será que isso é certo? É dessa forma que tem que ser?”, questionou no Instagram.

Kannario irritou o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) no mês passado após criticar a PM durante um bloco de Carnaval. Eduardo defendeu um “repúdio público” e chamou o deputado de “vagabundo”, apesar de ambos compartilharem da mesma profissão.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum