quarta-feira, 23 set 2020
Publicidade

Vídeo: “Entendedores entenderão”, diz Allan dos Santos sobre o leite do nazismo

Não foi só Jair Bolsonaro que resolveu, em sua live de quinta-feira (29), fazer um brinde com um copo de leite puro. O blogueiro Allan dos Santos, apontado com um dos líderes da máquina de fake news das milícias virtuais, repetiu o gesto em live no mesmo dia em seu canal Terça Livre.

“Entendedores entenderão”, afirmou Santos, deixando claro que há uma mensagem por trás do gesto.

E, de fato, há. Bolsonaristas justificam o ato afirmando que se trata de um “desafio” de ruralistas.

Para Adriana Dias, que é doutora em antropologia social pela Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) e que há anos pesquisa o fenômeno do nazismo, no entanto, há uma referência clara entre o episódio e o neonazismo. “O leite é o tempo todo referência neonazi. Tomar branco, se tornar branco. Ele vai dizer que não é, que é pelo desafio, mas é um jogo de cena, como eles sempre fazem”, declarou à Fórum.

Dias, que é colunista da Fórum, ainda destaca que Bolsonaro pode se escorar no Shavuot, festa judaica que teve início na quinta-feira, para se justificar pelo ato, que ocorreu no mesmo dia em que explodiram manifestações em Minneapolis contra a violência policial contra negros – em razão do bárbaro assassinato de George Floyd. O leite como símbolo está diretamente ligado aos chamados “alt-right” estadunidenses. “O cara é engenhoso”, completou Dias.

O antropólogo David Nemer, que pesquisa o bolsonarismo, fez uma sequência de postagens no Twitter comentando também a questão. “O extremismo do Bolsonarismo é tão tosco que eles apropriam tudo da Alt Right (extremistas brancos americanos) e com atraso – já que isso começou nos EUA em 2017”, declarou.

Confira.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.