O que o brasileiro pensa?
03 de junho de 2020, 21h02

América Latina supera marca de 1 milhão de casos de coronavírus, com mais de 50 mil mortes

Brasil é o maior responsável por esses números, já que possui a metade dos casos no subcontinente, e quase dois terços das mortes por covid-19 registradas até o momento

Coronavírus na América Latina (foto: Foreign Policy Research Institute)

Nesta quarta-feira (3), a região da América Latina e Caribe superou a marca de 1 milhão de casos de coronavírus, confirmando os alertas da OMS (Organização Mundial da Saúde), de que a região é o novo epicentro da pandemia.

Segundo números da Universidade Johns Hopkins, somando as estatísticas de todos os países do subcontinente, há 1,13 milhão de pessoas infectadas em toda a região. Também já foram registradas quase 56 mil mortes (taxa de letalidade de 4,9%), enquanto os recuperados seriam 551 mil (48,8% do total).

O Brasil é o país que mais contribui com esses números, já que tem quase da metade dos infectados por covid-19 na região, com 555 mil (poderia superar a metade, após a atualização das estatísticas nesta quarta, que ainda não havia sido divulgada até a publicação desta matéria).

A liderança do ranking de mortes na América Latina também é do Brasil, e por uma vantagem ainda maior, já que suas 31 mil vítimas (também sem contar a atualização desta quarta) o fazem ter quase dois terços do total da região.

Entre os recuperados, o Brasil também encabeça a lista, mas com bem menos da metade dos casos (223 mil), e isso sem contar o fato de que as estatísticas apresentadas pelo país a esse respeito vêm sendo questionadas por especialistas, como o virologista Átila Iamarino.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum