Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
30 de junho de 2018, 16h59

Peça com Jesus travesti é censurada mais uma vez; desta vez, pelo governo de Pernambuco

Governo Estadual cancelou a apresentação da peça "O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu" no Festival de Inverno de Garanhuns alegando "prejuízos com parcerias estratégicas"; espetáculo já sofreu censura e tentativas de censura em outras cidades

(Foto: Divulgação)

O espetáculo “O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu” sofreu uma nova censura. Desta vez, a proibição de apresentar a peça partiu do governo de Pernambuco, que cancelou a apresentação protagonizada pela atriz trans Renata Carvalho no Festival de Inverno de Garanhuns, que vai de 20 a 29 de julho.

Em nota oficial divulgada neste sábado (30), o governo do estado alega que cancelou a peça por conta “da polêmica causada pela atração e da possibilidade de prejuízos das parcerias estratégicas e nobres que o viabilizam”.

A peça apresenta uma releitura da história de Jesus Cristo e propõe que, se Jesus voltasse a viver nos dias de hoje, viveria no corpo de uma travesti. “A ideia é mostrar que Jesus pode estar presente entre os marginalizados. O texto é respeitoso e em nenhum momento vilipendia a liturgia cristã. Partir para a censura prévia é um ato de misoginia e transfobia”, criticou Rodrigo Dourado, professor de teatro na Universidade Federal de Pernambuco (UFPE), em entrevista ao jornal Folha PE.

A diretora do espetáculo, Nathalia Mallo, afirmou que, diante da censura do governo de Pernambuco, a organização da peça, junto à classe artística do estado, pretendem abrir um crowdfundig para arrecadar fundos e apresentar a peça de maneira independente.

Essa não é a primeira vez que a peça com Jesus travesti é censurada. O espetáculo chegou a ser barrado pela Justiça em Jundiaí (SP) e proibido pelo prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella.

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum