Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
09 de março de 2020, 21h04

Suzy envia carta através de advogada: “Estou aqui pagando por tudo que cometi”

A mulher, que cumpre pena no presídio masculino, fala sobre a repercussão do programa com Dráuzio Varella

Na veiculação da reportagem do Fantástico com Dráuzio Varella visitando as reeducandas transexuais cumprindo pena em presídios masculinos, chamou atenção o caso de Suzy Oliveira, que contou não receber visitas há 8 anos. O assunto rendeu várias manifestações de solidariedade e centenas de cartas enviadas a ela na prisão.

Até que foi revelado o crime que ela teria cometido. Depois de todo o bafafá, que teve deputado e ministro agindo como juiz, além, claro, do tribunal das redes sociais à toda, Dráuzio publicou, em suas redes, um comunicado no qual diz “não ser juiz” e que, antes da reportagem, não sabia o motivo de Suzi estar presa.

Nesta segunda (9) a advogada Bruna Paz, responsável pela pena de Suzy, compartilhou em seu Instagram uma carta escrita de próprio punho onde a detenta diz que se arrepende e está pagando por seu crime.

“Desde aquele dia me arrependi verdadeiramente e hoje eu estou aqui pagando por tudo que eu cometi… Errei sim e estou pagando cada dia, cada hora e cada minuto aqui neste lugar…”, escreveu ela.

“Antes eu não tive essa oportunidade, agora eu estou tendo; apenas quero pedir perdão pelo meu erro no passado”, finaliza.

Ao compartilhar a carta escrita por Suzy, a advogada contou que foi a transexual pediu que ela publicasse o conteúdo, e reitera que ela já foi condenada pelo crime que cometeu:

“Ressalto que não compete o julgamento, pois a mesma já recebeu condenação e já está cumprindo sua pena. Não cabe a mim formar qualquer juízo de valor neste momento”, escreveu a advogada na postagem.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum