terça-feira, 27 out 2020
Publicidade

Brexit: Rainha concorda com golpe de Boris Johnson e Parlamento inglês está suspenso

A rainha Elizabeth II aprovou o pedido do primeiro-ministro do Reino Unido, Boris Johnson, para suspender o Parlamento. A medida do premiê e ratificada pela monarca caracteriza um golpe, pois deixa Johnson em posição de decidir sozinho a respeito da permanência ou não da Inglaterra na União Europeia.

Agora, o Parlamento ficará suspenso a partir de 11 de setembro. O chamado Discurso da Rainha foi marcado para 14 de outubro, data que registra o retorno dos trabalhos legislativos.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

Opositores de um não acordo do Brexit acusam Johnson de arquitetra um “golpe” contra o Parlamento, após a decisão, que deixará os parlamentres suspensos por mais de um mês no período que antecede à retirada da Inglaterra da União Europeia.

Reuniões

A aprovação foi dada em uma sessão do Conselho Privado, em Balmoral, apesar da solicitação de parlamentares para a realização de reuniões urgentes com a rainha para pedir que ela não aceitasse a medida de Johnson.

John Bercow, porta-voz do Parlamento, denunciou a suspensão das sessões, classificando a medida como um “ultraje constitucional”, enquanto o ex-chanceler Philip Hammond descreveu-a como “profundamente antidemocrática”.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.