SOCIEDADE

IBGE vai divulgar pela primeira vez dados sobre orientação sexual

O levantamento foi realizado em 2019 na Pesquisa Nacional de Saúde; instituto reafirma que questões sobre a população LGBTQIA+ são inadequadas para o Censo

Escrito en LGBTQIAP+ el

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) vai realizar uma divulgação inédita sobre os dados referentes a oriental sexual da população brasileira. 

A decisão foi tomada após o IBGE ser acionado na Justiça e questionado pelo Ministério Público Federal (MPF) sobre o porquê perguntas referentes à população LGBTQIA+ terem sido excluídas do Censo Demográfico de 2022. 

Os dados referentes à orientação sexual que serão divulgados no dia 25 de maio foram coletados na Pesquisa Nacional de Saúde, realizada em 2019 e cujo dados sobre as pessoas LGBTQIA+ não seriam, inicialmente, divulgados. 

Ao ser questionado, o IBGE voltou a declarar que o Censo Democrático não é a pesquisa adequada para se realizar levantamento sobre a população LGBTQIA+, pois, permite que um morador do domicílio responda pelos demais. 

Por sua vez, a Pesquisa Nacional de Saúde trata da saúde da população e impactos nos serviços de saúde do país. Esta é a segunda edição do levantamento que inclui perguntas sobre a população LGBTQIA+, entre elas, a orientação sexual. 

Temas