quarta-feira, 30 set 2020
Publicidade

Xuxa detona pastora que chamou Aids de “punição divina” contra pessoas LGBT

Hoje, quem não se posiciona com o que está errado no mundo é conivente com o erro", escreveu a cantora nas redes sociais

A cantora Xuxa Meneghel mais uma vez levantou a bandeira contra o preconceito nas redes sociais e criticou a pastora mineira Ana Paula Valadão, que disse que a Aids é punição divina para as pessoas LGBTQIA+. No Instagram, Xuxa disse ainda que não se posicionar contra a discriminação é ser “conivente com o erro”.

Em seu perfil, a cantora compartilhou uma notícia que diz que o movimento LGBT vai processar a pastora pelo ataque e criticou os defensores da evangélica. “Isso não pode ser uma briga ou uma decepção só pra quem é LGBT, não podemos e não devemos tolerar mais preconceito, discriminação e desamor em nome de Deus, quem concorda com essa senhora saiba que é crime, e guarde sua falta de amor ao próximo pra você”, escreveu.

Em outra publicação, Xuxa compartilhou o vídeo de um casal homossexual elogiando os posicionamentos políticos da cantora e reforçou a importância de não se calar contra o preconceito.

“Hoje eu ouvi de uma pessoa que amo muito, que prefere se calar e não entrar em ‘polêmica’. Vendo o vídeo desse casal que ganhou mais uma fã (eu), vou repetir uma frase que vai virar um mantra pra mim: ‘Hoje quem não se posiciona com o que está errado no mundo é conivente com o erro, portanto, não se cale!’ Temos sim que ser contra o preconceito e a discriminação, só assim meus netos poderão viver num mundo um pouco melhor”, afirmou.

O ataque de Valadão à comunidade LGBTQIA+ foi feito no programa Diante do Trono, apresentado por ela na Rede Super. Após o comentário, o nome dela foi parar entre os assuntos mais comentados do Twitter neste sábado (12).

“Isso não é normal. Deus criou o homem e a mulher e é assim que nós cremos. A qualquer outra opção sexual é uma escolha do livre-arbítrio do ser humano. E qualquer escolha leva a consequências”, disse a pastora.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.