Eleições 2022: Lula lidera pesquisa para a presidência entre eleitores de SP

Em um eventual segundo turno contra Bolsonaro, se dependesse da população de São Paulo, o petista venceria com 13 pontos de diferença

Além de liderar todas as pesquisas eleitorais feitas em âmbito nacional, o ex-presidente Lula (PT) é também o favorito entre a população do estado de São Paulo para vencer o próximo pleito à presidência.

Segundo pesquisa Ipespe encomendada pelo site Valor Investe e divulgada nesta quinta-feira (2), o petista aparece na frente de todos os demais eventuais candidatos com 32% das intenções de voto. Já Jair Bolsonaro (sem partido) figura na segunda posição, com 28%.

O terceiro lugar na pesquisa com eleitores de São Paulo é Ciro Gomes (PDT), que soma 9%. Ele está tecnicamente empatado com o governador do estado, João Doria (PSDB), que tem 8% das intenções de voto.

Fecham a lista o apresentador José Luiz Datena (PSL), que tem 6%, o ex-ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta (DEM), que figura com 5%, e o presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), que aparece com 1%.

8% disseram que votarão em branco ou nulo e outros 3% não sabem ou não quiseram responder.

Segundo turno

A pesquisa Ipespe simulou também, para os entrevistados de São Paulo, um segundo turno entre Jair Bolsonaro e Lula.

Seguindo a tendência dos levantamentos nacionais, o estudo mostra que o petista levaria a melhor com boa vantagem. O ex-mandatário figura com 47%, contra 34% do atual chefe do Executivo – uma diferença de 13 pontos. 17% afirmaram que, nessa situação, votariam em branco ou nulo, enquanto outros 3% não sabem ou não responderam.

O Ipespe ouviu 1 mil pessoas do estado de São Paulo entre os dias 30 de agosto e 1 de setembro. A margem de erro é de 3,2 pontos percentuais, para mais ou para menos.

Publicidade

Publicidade

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista, editor de Política, desde 2014 na revista Fórum. Formado pela Faculdade Cásper Líbero (SP). Twitter @ivanlongo_

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR