Fórumcast, o podcast da Fórum
10 de agosto de 2019, 18h04

“Esgoto miliciano digital de Bolsonaro comemora censura a Sheherazade por Silvio Santos”, diz Ivan Valente

Nesta sexta-feira (9), a jornalista publicou uma foto de uma boca com uma mordaça e os dizeres: "“Afasta de mim esse: - Cale-se!". Valente lembrou que a apresentadora, "uma das mais ácidas com a esquerda, agora sofre do mesmo veneno"

A apresentadora Rachel Sheherazade, do SBT (Reprodução/Facebook)

O deputado federal Ivan Valente (PSol-SP) comentou neste sábado (10) a censura imposta por Silvio Santos à apresentadora Rachel Sheherazade, que deixou o Twitter após ser punida pelo dono do SBT por tecer críticas a Jair Bolsonaro nas redes sociais.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

“O esgoto miliciano digital de Bolsonaro comemora a censura a Rachel Sheherazade por Silvio Santos que sempre foi cupincha de governos autoritários. Uma das mais ácidas com a esquerda agora sofre do mesmo veneno. Bastou fazer críticas para virar alvo, mas ditadores são os outros”, tuitou Valente, sobre as comemorações dos bolsonaristas nas redes sociais.

Críticas no Youtube
A censura, segundo informações do jornalista Daniel Castro, do UOL, foi motivada pelas reclamações as quais o “Homem do Baú” tem recebido sobre as opiniões políticas que a Sheherazade emite nas redes sociais, sobretudo em seu canal do YouTube, onde faz críticas ao presidente Jair Bolsonaro.

Nesta quinta-feira (8), chateada com a situação, a jornalista resolveu trancar o perfil que possui no Twitter e no Instagram. Ela alegou que foi por “motivo de força maior”. Nesta sexta-feira (9), a jornalista publicou uma foto de uma boca com uma mordaça e os dizeres: ““Afasta de mim esse: – Cale-se!”


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum