Lira faz reunião a portas fechadas com parlamentares para angariar apoio ao voto impresso, denuncia deputada

"Qual será a estratégia de convencimento que Lira está usando, o homem que controla um orçamento secreto bilionário?", questionou Erika Kokay (PT-DF)

Poucos minutos antes da PEC do voto impresso entrar na pauta para ser votada no plenário da Câmara dos Deputados, na tarde desta terça-feira (10), o presidente da Casa, Arthur Lira (PP-AL), se reuniu a portas fechadas com parlamentares para angariar votos a favor da proposta.

A denúncia foi feita pela deputada Erika Kokay (PT-DF).

“ABSURDO. Enquanto a Câmara vota MP do governo Bolsonaro, Lira está em reunião a portas fechadas virando voto de parlamentares para a PEC do voto impresso. Qual será a estratégia de convencimento que Lira está usando, o homem que controla um orçamento secreto bilionário?”, questionou a petista pelas redes sociais.

A “negociação” de Lira para conseguir apoio ao voto impresso teria se dado com deputados de seu partido, o PP, e demais parlamentares indecisos com relação à proposta.

A PEC do voto impresso, de autoria de Bia Kicis (PSL-DF), vem sendo defendida por Bolsonaro dentro de sua narrativa de que há fraude nas urnas – uma estratégia que vem utilizando para tumultuar o processo eleitoral diante da iminência de que o chefe do Executivo saia derrotado do próximo pelito.

O parecer contrário à PEC, do deputdo Raul Henry (MDB-PE), foi aprovado em comissão especial na última sexta-feira (6), um dia após o relatório favorável do bolsonarista Filipe Barros (PSL-PR) ser rejeitado. O voto impresso poderia ter sido arquivado logo nesta data, mas Arthur Lira decidiu atender às pressões da bancada de Bolsonaro e levar o tema ao plenário.

A expectativa é que o voto impresso seja definitivamente arquivado pelo plenário da Casa nesta terça-feira (10).

Publicidade

Publicidade

Avatar de Ivan Longo

Ivan Longo

Jornalista, editor de Política, desde 2014 na revista Fórum. Formado pela Faculdade Cásper Líbero (SP). Twitter @ivanlongo_

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR