Rosa Weber pede que PGR investigue Bolsonaro e Roberto Dias

Ministra respondeu a um pedido protocolado pela deputada petista Natália Bonavides

A Ministra do Supremo Tribunal Federal (STF) Rosa Weber encaminhou à Procuradora-Geral da República (PGR) na manhã desta quinta-feira (1) um pedido de investigação contra o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o ex-diretor de Logística do Ministério da Saúde, Roberto Ferreira Dias.

O pedido foi enviado ao STF pela deputada Natália Bonavides (PT-RN), pois, a parlamentar aponta possível crime de prevaricação por parte do presidente da República.

Por sua vez, Roberto Dias deve ser investigado para conferir se ele cometeu o crime de associação criminosa, corrupção passiva e advocacia administrativa.

“Determino a abertura de vista dos autos à Procuradoria-Geral da República, a quem cabe a formação da opinio delicti em feitos de competência desta Suprema Corte, para manifestação no prazo regimental”, escreveu Weber.

“Apresentamos uma notícia de fato para que o governo Bolsonaro seja investigado pelo esquema de propina e rachadinha das vacinas. Engavetar investigações com indícios tão fortes é crime de responsabilidade. Hoje a ministra Rosa Weber encaminhou nossa notícia de fato à PGR. Que a Procuradoria-Geral comece a investigação o mais rápido possível e responsabilize os envolvidos”, disse à Fórum a deputada Natalia Bonavides.

Notícias relacionadas

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR