Flávio Dino sobre Moro: “um juiz suspeito pelo STF não deveria nem sair de casa”

O governador do Maranhão também é juiz, aprovado em primeiro lugar no mesmo concurso de Moro

Flávio Dino no Fórum Onze e Meia. Foto: Reprodução
Escrito en POLÍTICA el

O governador do Maranhão e ex-juiz, Flávio Dino (PSB), aprovado em primeiro lugar no mesmo concurso de Sérgio Moro (Podemos), afirmou durante entrevista ao programa Fórum Onze e Meia, nesta terça-feira (14), que no seu tempo, um juiz declarado suspeito pelo Supremo Tribunal Federal (STF) não sairia nem de casa, quanto mais ser pré-candidato à Presidência da República.

Dino disse também que o fato de ter um monte de gente amontoada em torno da propalada terceira via é um sinal de debilidade. “A dita terceira via tem duas dificuldades hoje. Uma é a fragmentação e a outra é uma falta de identidade nítida. Não há coluna vertebral que sustente isso. Tem muita torcida pelo Moro, uma coisa meio esquisita”, ironizou.

Desvios éticos

“No meu tempo, um juiz declarado suspeito pelo Supremo não sairia nem de casa. Ainda mais se candidatar a presidente da República. Eu acho um pouco suspeito a partir de condenações graves, de sentenças graves. Eu considero que esses casos desses desvios éticos, atestados pelo Supremo, descredenciam o Moro a ocupar esse lugar”, considerou Dino.

Terceira via

O governador também comentou sobre o que hoje chamam de terceira via. “Por isso que eu acho que essa turma – e eu excluo o Moro um pouco disso – deve tentar se afirmar, o Doria, o Ciro, a Simone Tebet. É bom pro Brasil, pra democracia brasileira, porque esse espírito que encostou no Bolsonaro, e agora encosta no Moro, já mostrou que isso não vai dar certo. Então espero que esses outros consigam se afirmar”, concluiu.

Ouça a entrevista na íntegra abaixo:

https://www.youtube.com/watch?v=ctRA_cmyUSo&ab_channel=TVF%C3%B3rum