Fórumcast, o podcast da Fórum
02 de setembro de 2019, 16h25

Bolsonaristas “refutam” pesquisas e lançam tag #BolsonaroImbativel com apoio de robôs

Perfis fakes e apoiadores do presidente, assim como o governo, brigam com os números

Bolsonaro (Foto: Carolina Antunes/PR)

Os seguidores do presidente Jair Bolsonaro não aceitaram os resultados das últimas pesquisas de opinião divulgadas nesta segunda-feira (2) que colocaram a aprovação do presidente em queda livre. Tanto o Datafolha quanto a XP Investimentos acompanharam o Vox Poppuli divulgado na sexta-feira (30) e demonstraram que a reprovação do presidente não para de subir. Pelas redes, usuários e robôs fizeram subir a tag #BolsonaroImbativel entrar para os assuntos do momento no Twitter para “refutar” os números.

Nas três pesquisas, a porcentagem de avaliações “ruim/péssimo” superou o “ótimo/bom”, demonstrando uma queda clara no apoio ao presidente. No levantamento do Datafolha, o presidente ainda perderia para Fernando Haddad caso as eleições fossem hoje.

Um dos que pregou contra os números é Arthur Weintraub, irmão do Ministro da Educação, Abraham Weintraub. “Vem essa esquerdalha falar que o PR Bolsonaro não tem nível, que não respeita a liturgia do cargo. Entregaram o País em guerra e ficam agora pagando de moralistas. Liturgia do cargo é o caramba! E ainda vem um datafrias jogar cereja nesse bolo”, publicou.

Outros bolsonaristas tentaram ainda utilizar o número de pessoas que consideram o governo com o “regular” para sustentar que o presidente ainda é querido pela população, enquanto a crise social aumenta em meio ao desemprego e ao aumento do trabalho informal. Robôs também entraram em cena e ajudaram a subir a hashtag, como o usuário “@cludio_top2”, que publicou e retuitou a tag mais de cinquenta vezes em menos de uma hora.

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum