Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
24 de janeiro de 2020, 15h23

Bolsonaro confunde ministros e dá pito em Moro por declaração de Guedes

“Acho que o Moro gosta de uma cervejinha... Será que ele gosta?”, disse o presidente

Bolsonaro e Sérgio Moro (Foto: José Cruz/Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta sexta-feira (24) que não há a possibilidade de implantação de um “imposto do pecado”, como havia sugerido o ministro Paulo Guedes na quinta-feira. Quando foi dar o pito no chefe da pasta da Economia, no entanto, Bolsonaro se confundiu e chamou a atenção de Moro, que é ministro da Justiça. “Ô Moro, aumentar a cerveja não, hein, Moro”, dosparou.

“Acho que o Moro gosta de uma cervejinha…será que ele gosta?”, brincou o presidente, antes de afirmar que não aceitará a tributação, desta vez se referindo ao ministro da Economia. “Paulo Guedes, desculpa aqui, você é meu ministro, te sigo 99%, mas aumento de imposto para cerveja, não.”

Na quinta-feira (23), o ministro Paulo Guedes afirmou, no Fórum Mundial de Davos, que cogita implementar um “imposto do pecado” sobre álcool, drogas e produtos com grande adição de açúcar, e gostaria de aproveitar o projeto da reforma tributária.

De um hotel em Nova Déli, onde ficará pelos próximos dias, Bolsonaro descartou a possibilidade. “Não dá pra aumentar a carga tributária, todo mundo consome algo de açúcar.”


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum