O que o brasileiro pensa?
23 de janeiro de 2020, 14h24

Bolsonaro deve recriar Ministério da Segurança Pública para abrigar amigo condenado por corrupção

Amigo de Bolsonaro desde 1980, o ex-deputado Alberto Fraga, que liderou a bancada da bala, criticou em entrevista recente o ministro Sergio Moro dizendo que ele não entende nada de Segurança Pública

Sergio Moro, Alberto Fraga e Bolsonaro (Montagem)

Considerado o 23º ministro de Jair Bolsonaro, o ex-deputado Alberto Fraga, que foi líder da bancada da bala, deve ser oficializado no governo com a recriação do Ministério da Segurança Pública, anunciado na manhã desta quinta-feira (23) pelo presidente.

“Sou amigo pessoal dele (Bolsonaro). E farei o que ele me pedir”, disse Fraga, que já foi condenado em primeira instância a quatro anos, dois meses e 20 dias de prisão, em regime semiaberto, por corrupção, ao site Metrópoles.

Amigo de Bolsonaro desde a década de 80, quando os dois se conheceram na Escola de Educação Física do Exército, Fraga é crítico contumaz do ministro da Justiça, Sergio Moro, que também tem como atribuição em seu “super ministério” a Segurança Pública.

Em recente entrevista à Crusoé, do grupo Antagonista, Fraga criticou abertamente Moro, dizendo que ele não entende nada de Segurança Pública, justamente a área que ele dever contemplado no governo.

“O Moro pode conhecer muito de justiça, mas não tem conhecimento nenhum sobre segurança pública, com todo o respeito. Seria importante termos alguém com mais vivência na área criminal, com mais bagagem. O presidente tem ouvido todos os argumentos, mas acha que não é o momento de mexer nisso”, disse Fraga, coronel reformado da Polícia Militar de Brasília, que integra a “turma da maçaneta”, que entra no gabinete de Bolsonaro sem bater à porta.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum