Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de fevereiro de 2020, 12h07

Coronavírus: Padilha entra com representação para trazer brasileiros que estão na China

Bolsonaro se recusa a trazer de volta um grupo de mais de 30 brasileiros saudáveis que estão na China; na representação, ex-ministro da Saúde avisa: se ficarem doentes, a responsabilidade é do governo

Foto: Lula Marques

O deputado federal Alexandre Padilha (PT-SP), que é ex-ministro da Saúde, protocolou neste domingo (2) uma representação endereçada ao Ministério das Relações Exteriores exigindo que o governo traga ao Brasil, em segurança, o grupo de mais de 30 brasileiros que estão em Wuhan, cidade na China que é o epicentro da epidemia do coronavírus.

O grupo de brasileiros, que inclui homens, mulheres e até mesmo crianças, já fez dois apelos ao presidente Jair Bolsonaro e ao ministro Ernesto Araújo para que os ajude a voltar ao Brasil, visto que todos eles estão saudáveis e não apresentam nenhum sintoma da doença.

Bolsonaro, no entanto, se recusa a trazê-los de volta sob o argumento de que a operação “custa caro”, indo na contramão de outros países, como Estados Unidos e Japão, que já estão trazendo seus cidadãos para seus países de origem.

“Na qualidade de ex-ministro da saúde, deputado, médico e cidadão, vejo como inaceitável e inadmissível a situação dos brasileiros naquela cidade, mas é ainda mais inaceitável a inércia e o absoluto desprezo para com tão grave situação por parte do presidente da República e deste ministério. Importante dizer que, uma vez estarem eles em perfeitas condições de saúde até este momento, qualquer alteração neste quadro será de inteira responsabilidade de vossa Excelência e do Presidente da República”, avisa Padilha na representação.

“O Brasil é um dos únicos países que mesmo diante da gravidade informada e definida pela Organização Mundial de Saúde, continua sem qualquer plano de ação não apenas para solucionar a situação dos brasileiros residentes em Wuhan, como para prevenir o problema internamente”, completa o parlamentar.

Confira a íntegra da representação aqui.

Até o momento, há 16 casos suspeitos de coronavírus no Brasil. Nenhum deles foi confirmado.

 

 

 

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum