Blog do George Marques

direto do Congresso Nacional

Fórumcast, o podcast da Fórum
02 de setembro de 2019, 11h54

Deputada entra com mandado de segurança para garantir acesso público a dados do Inpe

Em diversas ocasiões os dados sobre o crescente desmatamento no Brasil não somente foram descreditados pelo governo, como também sua divulgação foi ameaçada de censura sob a justificativa de que era preciso submetê-los à aprovação prévia do MCTIC

Em meio à crise ambiental diante das queimadas na Amazônia e das ameaças de censura por parte do governo Bolsonaro à divulgação e ao acesso dos dados divulgados pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), a deputada Federal Fernanda Melchionna (PSOL-RS) entrou com mandado de segurança na última quinta-feira (29), no Superior Tribunal de Justiça (STJ), para garantir o acesso público permanente aos dados do Inpe.

“O Brasil corre um risco grave com um governo que quer limitar o acesso e divulgação dos dados produzidos por essas plataformas de monitoramento ambiental, como é o Inpe, órgão de notabilidade nacional e internacional”, diz Melchiona.

Em diversas ocasiões os dados sobre o crescente desmatamento no Brasil não somente foram descreditados pelo governo, como também sua divulgação foi ameaçada de censura sob a justificativa de que era preciso submetê-los à aprovação prévia do MCTIC.

“Enquanto o Brasil assiste alarmado a esse crime ambiental na Amazônia, que tem chance de não se recuperar, o governo desmente dados científicos para construir a narrativa a seu bel prazer, desmonta os órgãos de fiscalização e controle ambiental como o Ibama e Inpe e ataca as comunidades indígenas”, disse a parlamentar.

A própria demissão do ex-diretor do Inpe, Ricardo Galvão, como notadamente divulgado pela imprensa, foi motivada pelo desgosto por parte de Bolsonaro em relação à divulgação dos dados sobre o crescente desmatamento no Brasil. Os dados do Deter na Amazônia, que faz o levantamento de alertas de evidências de alteração da cobertura florestal na região, mostraram um aumento de 278% nos alertas de desmatamento no mês de julho em comparação ao mesmo mês de 2018.

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum