Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
15 de novembro de 2019, 06h53

Eduardo Bolsonaro ataca Danilo Gentili que disse que fundo partidário banca milícia virtual

Nesta quarta-feira, o guru da família, Olavo de Carvalho, descartou Gentili, dizendo que conversar com o apresentador é como “tentar cantar pelo c*”

Eduardo Bolsonaro e o pai, Jair, em entrevista a Danilo Gentili (Montagem)

Os nervos estão cada vez mais à flor da pele na extrema-direira brasileira. E o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) seguiu à risca as ordens do guru Olavo de Carvalho, atacando o apresentador Danilo Gentili nas redes sociais.

Na noite desta quinta-feira (14), Eduardo foi pra cima do ex-aliado do bolsonarismo, que disse pelo Twitter que “tá óbvio e na cara que é essa grana [do fundo partidário do PSL] que sustenta todo esse esquema de milícia virtual”, ao compartilhar uma notícia da Folha de S.Paulo, em que Eduardo diz que “levar fundo partidário para Aliança [o novo partido de Bolsonaro] é questão de justiça”.

“Por isso se unificaram para atacar qualquer um que se colocasse contra o absurdo que é o fundo partidário. Isso aí é velha política, não nova”, tuitou Gentili.

Irritado, o filho 03 de Bolsonaro publicou um trecho maior da reportagem e se referiu a Gentili como “isentão”.

“Posta a matéria toda. Meia verdade já está ficando marca registrada da isentosfera. Depois te chamam de isentão e você diz que é milícia virtual”.

Nesta quarta-feira, o guru da família, Olavo de Carvalho, descartou Gentili e o “Ultraje a Rigor”, Roger Moreira, chamando Roger de “bosta, um ignorante metido” e que conversar com Danilo é como “tentar cantar pelo cu”.

Roger, em publicação no Twitter, afinou do embate com o guru. “Pessoal, eu sei que o Twitter adora uma treta mas não há treta nenhuma aqui. Nem afirmei nada sobre Olavo de Carvalho, ele entendeu mal”, escreveu.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum