Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
15 de junho de 2019, 08h29

Ex-procurador da Lava Jato, que mandou ir na “jugular” de Lula usando Marisa, ataca The Intercept

Aposentado recentemente, aos 55 anos, e palestrante da empresa Star Palestras, Carlos Fernando Dos Santos Lima disse ainda que a liberdade de imprensa "não cobre qualquer participação de jornalistas no crime de violação de sigilo de comunicações"

Santos Lima, Marisa e Lula (Montagem)

Aposentado recentemente, aos 55 anos, e palestrante da empresa Star Palestras – embora ainda ostente em seu perfil no Facebook o cargo de Procurador Regional da República -, Carlos Fernando Dos Santos Lima foi às redes sociais atacar o site The Intercept, após divulgação de conversas em que recebe ordem do ex-juiz, Sergio Moro para emitir nota contra o depoimento dado pelo ex-presidente Lula.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

“Desconheço completamente as mensagens citadas, supostamente obtidas por meio reconhecidamente criminoso, acreditando singular que o “órgão jornalístico” volte-se agora contra mim, aparentemente incomodada pelas críticas que tenho feito ao péssimo exemplo de “jornalismo” que produz”, diz o procurador aposentado e palestrante.

Nas conversas divulgadas pelo site de Glenn Greenwald, Santos Lima ainda revela toda a sua covardia ao defender a estratégia colocada em prática pela Lava Jato de dizer que Lula culpou a esposa, dona Marisa Letícia, para se defender.

“Eu iria direto na jugular, falando que culpar quem morreu é uma tática velha de defesa”, disse Santos Lima.

Na nota em sua página no Facebook, o hoje palestrante também ataca a liberdade de imprensa, ao dizer que ela “não cobre qualquer participação de jornalistas no crime de violação de sigilo de comunicações” – uma tática comum usada pelos procuradores da Lava Jato.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum