Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
30 de novembro de 2019, 14h17

Felipe Neto não aceitou ser um dos Brasileiros do Ano da IstoÉ

Youtuber ressaltou que não dá mais pra bater palma pra falta de representatividade do que é o Brasil de fato

Ficar ao lado de João Dória e Deltan Dallagnol. Esse foi o motivo que fez o youtuber Felipe Neto recusar receber o prêmio de brasileiro do ano da revista IstoÉ. Em seu Twiiter, o digital influencer contou que foi convidado pela publicação, mas que não queria ter o nome atrelado as duas controversas figuras da política nacional.

“Eu seria um dos premiados. Resolvi recusar quando pedi a lista de vencedores. Todo amor a Luan, Marina, Jô e Paola, acho que nem sabiam. Não dá mais pra bater palma pra falta de representatividade do que é o Brasil de fato. E me recuso a compactuar com quem premia Deltan e Doria”, postou Neto fazendo referência a outros indicados do meio artístico para premiação.

O youtuber também deu um recado para revista para que ela possa rever os critérios que usa para escolher os premiados. Mesmo com o equívoco, Neto garante que a escolha de Dória e Dallagnol não é motivo para cancelamento da publicação.

“Espero que a ISTOÉ use esse erro colossal para melhorar e evoluir. Todos nós cometemos erros, o importante é reconhecer e assumir o compromisso de aprender com eles. Todo o trabalho da revista não será cancelado por isso, mas é preciso refletir bastante”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum