terça-feira, 27 out 2020
Publicidade

Gilberto Carvalho na coordenação de Jilmar Tatto dá a senha para entrada de Lula na campanha

Além dele, Vagner Freitas, ex-presidente da CUT, é outro político próximo de Lula que se juntou ao comando da campanha em São Paulo

Gilberto Carvalho, ministro-chefe da Secretaria Geral da Presidência nas gestões do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e de Dilma Rousseff, entrou, nesta segunda-feira (21), para a coordenação da campanha de Jilmar Tatto à Prefeitura de São Paulo.

Além dele, Vagner Freitas, ex-presidente da Central Única dos Trabalhadores, também se juntou ao comando de Tatto.

Os dois são alguns dos políticos mais próximos do ex-presidente. O gesto pode indicar a entrada de Lula para a campanha em São Paulo, o que não é pouca coisa.

Lula aparece como cabo eleitoral mais forte em comparação com Jair Bolsonaro (sem partido), João Doria (PSDB) e Geraldo Alckmin (PSDB), de acordo com pesquisa Ibope publicada neste domingo (20). Um terço dos entrevistados da pesquisa (32%) se declararam muito ou pouco inclinados a votar em um candidato a prefeito impulsionado pelo ex-presidente petista.

Lula e a força do PT na capital paulista são duas das fortes esperanças para que a campanha de Tatto possa vir a decolar.

Em entrevista ao programa Fórum Onze e Meia, no final de agosto, o pré-candidato lembrou da abrangência do partido em São Paulo. Para ele, o PT tem aumentado sua base de apoio na cidade. “Ano passado perdemos só um vereador. O PT tem uma capilaridade fantástica, temos 37 diretórios zonais. Nós vamos para o segundo turno em São Paulo”, disse.

Com informações da coluna Painel, da Folha

Julinho Bittencourt
Julinho Bittencourt
Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.