Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
23 de janeiro de 2020, 16h06

Glenn entra com recurso contra denúncia do Ministério Público

O jornalista e editor do The Intercept Brasil também afirmou que não pretende deixar o Brasil

Glenn Greenwald - Foto: Reprodução/TVT

O jornalista Glenn Greenwald, editor do The Intercept Brasil, apresentou recurso na noite de quarta-feira (22) solicitando a rejeição da denúncia apresentada pelo procurador Wellington Oliveira, pró-Moro. Oliveira denunciou Glenn mesmo após a Polícia Federal alegar não ver indícios de crimes em mensagens obtidas pela Operação Spoofing, que investigou o vazamento de conversas de autoridades que deu origem à Vaza Jato.

Segundo o G1, o jornalista apresentou petição à 10ª Vara Federal Criminal do Distrito Federal. O juiz federal Ricardo Leite é o responsável por decidir se aceita ou não a denúncia do MP. Glenn foi denunciado por associação criminosa e interceptação telefônica, informática ou telemática.

O editor do Intercept sequer foi alvo de investigação da Polícia Federal que, ao analisar as mesmas mensagens que basearam a denúncia do MP, inocentou Glenn. “Não é possível identificar a participação moral e material do jornalista Glenn Greenwald nos crimes investigados”, disse a PF em relatório.

A denúncia apresentada por Oliveira ganhou destaque internacional. Uma campanha foi mobilizada por norte-americanos nas redes sociais e os principais jornais dos Estados Unidos deram destaque à perseguição contra Glenn. O Washington Post chegou a publicar um artigo do ex-presidente Lula sobre o caso.

Glenn fica

Glenn ainda descartou deixar o país em mensagem publicada no Twitter nesta quinta-feira (23). “Como era verdade desde o início da Vaza Jato, tenho o direito de sair do Brasil a qualquer momento. Meu marido David Miranda e nossos filhos têm direito à cidadania dos EUA. Mas não estamos saindo e nunca iremos. Isso mostra tudo sobre o que pensamos dessa denúncia abusiva”, afirmou.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum