Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
10 de janeiro de 2020, 11h38

Governo Bolsonaro: Inflação bate 4,31% em 2019 e estoura meta

Em dezembro, o reajuste de preços chegou a 1,15%, o maior resultado para um mês de dezembro desde 2002, quando o índice ficou em 2,10%, indicando perspectiva de alta

Onyx Lorenzoni, Paulo Guedes e Bolsonaro (Foto: Marcos Corrêa/PR)

No primeiro ano de mandato de Jair Bolsonaro, a inflação fechou em 4,31%, segundo dados do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) divulgados nesta sexta-feira (10) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Feijão teve aumento de 56% no preço, maior do que o da carne

O índice superou a meta de 4,13%, prevista por analistas financeiros na última pesquisa Focus do Banco Central. Trata-se da maior inflação anual desde 2016, quando o índice ficou em 6,29%. Em 2018, o índice ficou em 3,75%.

Em dezembro, o reajuste de preços chegou a 1,15%, o maior resultado para um mês de dezembro desde 2002, quando o índice ficou em 2,10%, indicando perspectiva de alta.

Segundo o IBGE, a maior influência na inflação em 2019 foi do preço da carne, que teve alta de 32,40%, representando um impacto de 0,86 pontos percentuais no indicador geral. Mas, o feijão, alimento básico na mesa do brasileiro, teve alta de 56%, bem acima da carne.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum