Fórum Educação
01 de abril de 2020, 14h47

Maia dispara contra Guedes: “o que disse não era 100% verdade”

O ministro da Economia tentou usar o auxílio emergencial aprovado no Congresso para pressionar o Legislativo

O presidente da Câmara, Rodrigo Maia e o ministro da economia, Paulo Guedes (Agência Brasil)

Irritado com uma tentativa de chantagem do ministro da Economia, Paulo Guedes, para conseguir aprovar a PEC Emergencial do governo durante a pandemia do novo coronavírus, o presidente da Cãmara dos Deputados, Rodrigo Maia, subiu o tom contra o ministro nesta quarta-feira (1º).

“Hoje o presidente está provando à gente que o que o ministro [Paulo Guedes] disse ontem [terça] não era 100% verdade”, afirmou em entrevista ao apresentador José Luiz Datena na Rádio Bandeirantes ao comentar sobre o auxílio emergencial de quarentena.

“É óbvio que o governo tem os instrumentos para editar a medida provisória para garantir os recursos para a renda mínima”, completou.

Em coletiva de imprensa realizada na terça-feira, Guedes e o ministro da Cidadania, Onyx Lorenzoni, declararam que o governo só teria recursos e para sancionar o projeto do auxílio no dia 16 de abril.

“Se o Rodrigo Maia aprovar a PEC [Emergencial] em 24 horas, o dinheiro sai em 24 horas”, disse Guedes.

O presidente Jair Bolsonaro disse que vai sancionar o texto nesta quarta-feira, contrariando o chefe da pasta da Economia.

Com informações da Folha de S. Paulo


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum