Fórumcast #20
25 de março de 2019, 14h07

No Twitter, Bolsonaro usa comentário de Alexandre Garcia: “Maia está nervoso porque o sogro dele está preso”

Na sua fala, Garcia alfineta Maia ao sair em defesa de Carlos Bolsonaro, que indagou nas redes sociais "porque o presidente da Câmara está tão nervoso?"

Rodrigo Maia, Bolsonaro e Alexandre Garcia (Montagem/Reprodução)

Enquanto pede aos ministros a “pacificação” da relação com o Congresso para aprovação da Reforma da Previdência, Jair Bolsonaro voltou ao Twitter com um áudio do jornalista Alexandre Garcia para tentar minimizar o atrito com Rodrigo Maia (DEM/RJ), presidente da Câmara.

No entanto, ao fazer a defesa de Bolsonaro – dizendo que Maia não seria o articulador do governo no Congresso -, Garcia alfineta o parlamentar. “Rodrigo Maia está nervoso porque o sogro dele está preso”, disse, em referência à prisão de Moreira Franco (MDB), ex-ministro de Michel Temer que é casado com a sogra de Maia.

A frase foi usada para aplacar a briga com Carlos Bolsonaro (PSC/RJ), filho de Jair, que irritou Maia com tuíte em que saiu na defesa de Sérgio Moro, ministro da Justiça, indagando “porque o presidente da Câmara está tão nervoso?” no mesmo dia da prisão de Moreira.

Em seu comentário, publicado por Bolsonaro, Alexandre Garcia diz que a imprensa faz “sexo dos anjos” com a briga do capitão com o líder do Congresso, como se houvesse um exagero na interpretação da queda de braço. “Rodrigo Maia não é articulador do governo, o articulador do governo são as lideranças do governo”, diz. Para Garcia, a imprensa trata o governo Bolsonaro como “ilegítimo”, citando artigo do também jornalista José Roberto Guzzo, da Veja.

Ministros
Enquanto volta a colocar gasolina na relação com Maia nas redes sociais, Bolsonaro reuniu os ministros na manhã desta segunda-feira (25) para pedir “foco na pacificação” e “foco da Previdência”.

Veja também:  Janaína Paschoal defende Frota e diz que é “mau precedente expulsar alguém pelo que pensa”

Segundo o jornalista Valdo Cruz, da Globo, participantes da reunião disseram que a avaliação de todos foi na direção de “não jogar mais lenha na fogueira” e “buscar uma pacificação para focar no que importa agora, a reforma da Previdência”.

Bolsonaro também disse que, pessoalmente, não falou nada contra Rodrigo Maia. E que não tem nenhum interesse em manter um “clima de rivalidade” com o presidente da Câmara e está disposto a conversar com ele. Mas não se falou em nenhum movimento do presidente da República em convidar o deputado do DEM para uma conversa.

Apesar do pedido de “pacificação”, interlocutores do presidente da República admitem que o “clima segue tenso” e que, pelo menos, Bolsonaro acenou que não quer seguir com o embate com Maia.

O presidente pediu durante a reunião com os auxiliares que o chefe da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, procure líderes partidários para negociar a votação da reforma da Previdência.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.

Veja também:  “Não é digno de ocupar a Presidência”, diz Márcio Jerry a deputado com dois processos no Conselho de Ética

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum