Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
03 de fevereiro de 2020, 22h06

PGR é a favor de progressão de pena de Geddel, o homem de 51 milhões de reais

O ex-ministro foi flagrado em 2017 com R$ 51 milhões distribuídos em 9 malas em apartamento

Foto: Divulgação/PF

A Procuradoria-Geral da República enviou nesta segunda-feira (3) ao Supremo Tribunal Federal (STF) um parecer favorável à progressão do ex-ministro Geddel Vieira Lima ao regime semiaberto. Geddel foi preso preventivamente em julho de 2017 acusado de lavagem de dinheiro, e em setembro do mesmo ano, foi flagrado pela Polícia Federal com R$ 51 milhões distribuídos em 9 malas em apartamento ligado a ele.

Geddel e seu irmão, o ex-deputado Lúcio Vieira Lima, tiveram as penas fixadas pelo STF em novembro do ano passado por lavagem de dinheiro e associação criminosa. Os ministros da Corte determinaram que o ex-ministro deve cumprir pena de 14 anos e 10 meses e que Lúcio deveria cumprir 10 anos e 6 meses de prisão. Além disso, ambos deveriam pagar R$ 52 milhões por danos morais e mais R$ 2,5 milhões de multa.

Segundo a subprocuradora-geral da República Lindôra Araújo, coordenadora da Lava-Jato na PGR, Geddel já está em condições de pedir progressão para o semiaberto. “Ante o exposto, o Ministério Público Federal manifesta-se para que seja deferido o pedido de progressão para o regime semiaberto de GEDDEL QUADROS VIEIRA LIMA”, diz Araújo após ser consultada pelo STF.

“O réu foi condenado nesta ação penal a 14 anos e 10 meses de reclusão, em regime inicial fechado, bem como ao pagamento de 106 dias-multa. Desse modo, deve cumprir 29 meses e 18 dias para fazer jus ao beneficio pleiteado. Considerando que a prisão preventiva foi implementada em 03/07/2017, o requisito objetivo foi satisfeito”, afirma.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum