Fórumcast, o podcast da Fórum
19 de setembro de 2019, 12h06

“Querem ‘privatizar’o exercício da política”, avalia deputado sobre novas regras eleitorais

Para o parlamentar a medida é importante a fim de evitar que o financiamento privado de campanha volte a dar as cartas na política brasileira

O vice-líder do PCdoB, deputado federal Márcio Jerry (MA), criticou nesta quinta-feira (19), as antigas formas de financiamento empresarial da política e defendeu o aprimoramento da legislação eleitoral alcançadas a partir do projeto de lei aprovado pela Câmara dos Deputados na noite da última quarta-feira (18).

“A democracia tem que ser sustentada pela sociedade a partir do Estado de forma transparente e rigorosamente em conformidade com a lei. O financiamento empresarial levou a vários e graves problemas”, disse, referindo-se a financiamentos obtidos de forma pouco “rastreável” nas últimas eleições de 2018.

Para o congressista, não por acaso, houve “um desfile de ‘novos’ deputados discursando, em Plenário, “em defesa do erário com o objetivo de tornar a política ainda mais elitista e sob comando de empresários e outros endinheirados”.

“Muita gente quer ‘privatizar’ o exercício da política: quem tem grana faz política, concorre e se elege. Quem não tem grana não faz política, não concorre, não se elege. Lógica de privilégios absolutos!”, criticou.

Entre as mudanças contidas no Projeto aprovado ontem estão o aumento do valor destinado ao fundo eleitoral, a autorização para usar recursos públicos na construção de sede partidária, a contratação de advogados para defender filiados investigados, a anistia a multas, além da volta do tempo de propaganda em rádio e TV.

Já apreciado pelo Senado Federal no início de setembro, o texto precisou voltar à Câmara nesta quarta-feira depois que setores da sociedade criticaram as mudanças que afrouxavam a prestação de contas eleitorais. Com o novo parecer, o PL agora segue para sanção presidencial. Caso seja validado, as regras começam a valer já para o pleito de 2020.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum