Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
11 de dezembro de 2019, 21h59

Tabata Amaral posta vídeo defendendo prisão em segunda instância e é criticada por seguidores

"Eu vou me posicionar a favor da prisão em segunda instância porque a impunidade machuca muito os brasileiros", afirmou a parlamentar

Reprodução/Twitter

A deputada federal Tabata Amaral (PDT-SP) usou as redes sociais nesta quarta-feira (11) para publicar um vídeo em que defende a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que autoriza a execução antecipada da pena após condenação em segunda instância. A parlamentar afirmou que  “a impunidade machuca muito os brasileiros” para defender o projeto e foi muito criticada nas redes.

“Eu vou me posicionar a favor da prisão em segunda instância tentando representar as pessoas porque eu entendo que essa questão da impunidade machuca muito os brasileiros. Eles olham para a política e veem ‘tá roubando’, ‘tá fazendo um monte de coisa errada’, ‘tá aprovado’ e ninguém faz nada, tá em liberdade”, afirmou.

A parlamentar diz entender que a PEC não resolve “a questão da impunidade inteira” e afirmou que “tem que acelerar o processo na primeira e na segunda instância”. Ela ainda afirmou que “não pode esquecer” das pessoas mais pobres desse país e que a justiça é seletiva e prende majoritariamente negros, pobres e periféricos.

A fala de Tabata foi bastante criticada. “Mermão,.e a lógica ficou onde? ‘Vou votar a favor, mas sei que prejudica os mais pobres, a gente não pode deixar prejudicar os mais pobres, mas vou votar a favor’. Se rendendo ao populismo penal desse governo, Tabata Amaral! Que vergonha!”, disse o professor Leonardo Cisneiros, ativista dos direitos humanos.

O historiador Rodrigo Elias também criticou a decisão. “Equívoco monumental. Puro punitivismo de viés racista. Vai criar mais problemas do que resolver. Legislação penal se faz com base em estudo e não em cálculo político demagógico, senhora deputada. Quais estudos embasam sua decisão? Está agindo como os trogloditas do PSL”, afirmou.

Alguns eleitores de Tabata também expressaram arrependimento no voto. “Eu me arrependo amargamente de um dia ter te defendido”, disse um usuário. “Meu deus. Que cagada eu fiz”, comentou outro.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum