Seja #sóciofórum
15 de outubro de 2019, 13h54

Tabata votou com Bolsonaro contra o trabalhador e vai para a direita, diz presidente do PDT

Carlos Lupi afirma que a origem dos problemas com a deputada é o fato de que ela não leu o estatuto do partido, onde consta que a defesa do trabalhador é um princípio básico

Reprodução

O presidente do PDT, Carlos Lupi, disse em entrevista nesta terça-feira (15) à coluna de Chico Alves, do UOL, que não ficou surpreso com a revelação da deputada Tabata Amaral em pleno Roda Viva de que iria pedir desligamento do partido, sem avisar à legenda. Lupi disse que a deputada votou contra o trabalhador na Reforma da Previdência e que tem que assumir que está indo para a direita.

“A deputada votou com Bolsonaro contra o trabalhador, tem que assumir que está indo para direita e não consegue explicar isso. Oitenta por cento da reforma da Previdência é em cima de quem ganha até R$ 3.000. Esse é o fato”, disse.

O dirigente do PDT também afirma que a origem dos problemas com a deputada é o fato de que ela não leu o estatuto do partido, onde consta que a defesa do trabalhador é um princípio básico da legenda. Ele diz ainda que a preocupação de Tabata é apenas manter o mandato.

“Nunca poderíamos votar em uma reforma da Previdência que penaliza somente os trabalhadores que ganham até três salários mínimos”, afirma. Para ele, Tabata está distante há tempos e quer se passar de vítima.

“Eu não nasci ontem, nasci anteontem. Ela é muito bem assessorada, tem gente muito forte e poderosa atrás dela, recebe orientação de advogados renomados, para que se faça de discriminada, vítima”, completou.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum