Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
29 de janeiro de 2020, 07h14

Treze ministros de Bolsonaro já viajaram em aviões da FAB ilegalmente

Apesar da prática ser comum, a legislação brasileira não prevê o uso de aeronaves da FAB para viagens internacionais

Foto: Isac Nóbrega/PR

Desde o início do governo de Jair Bolsonaro, 13 ministros utilizaram aviões da Força Aérea Brasileira (FAB) para viagens internacionais, algo considerado ilegal por membros da própria FAB, já que a legislação não prevê uso do tipo. No entanto, apenas o secretário executivo da Casa Civil, Vicente Santini, sofreu as consequências por tal ato. Ele foi demitido por Bolsonaro nesta terça-feira (29).

O decreto que regulamenta o tema, de 2002, relata sobre o transporte de autoridades, mas não menciona a possibilidade de viagens ao exterior. Em se tratando de direito público, somente é permitido aquilo que está na lei.

A norma apenas diz que as solicitações devem ser atendidas por motivo de “segurança e emergência médica, em viagens a serviço, e em deslocamentos para o local de residência permanente”. Este último, no entanto, é restrito aos chefes de Poderes.

Levantamento feito pelo jornal Estado de S. Paulo revelou que o campeão de uso é o chanceler Ernesto Araújo, que viajou 22 vezes, seguido de Ricardo Salles, Osmar Terra, Tereza Cristina e Fernando Azevedo, com três viagens cada um.

Santini foi demitido por Bolsonaro após ter viajado à Davos, na Suíça, e depois à Nova Délhi, na Índia, com um avião da FAB. Atitude irritou o presidente, pois o voo do assessor de Onyx Lorenzoni foi “particular”, já que estava apenas ele e dois outros funcionários, enquanto os demais ministros optaram por voos regulares.

 

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum