Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
23 de agosto de 2019, 21h15

Trump avisa Bolsonaro que é preciso acabar com incêndios na Amazônia

Em tweet, presidente norte-americano usa diplomacia pra dar recado duro: a relação comercial com o Brasil está vinculada ao fim de incêndios na Amazônia

Bolsonaro durante reunião bilateral com Trump - Foto: Alan Santos/PR

A repercussão das críticas à política ambiental travada pelo presidente Jair Bolsonaro chegaram à Casa Branca. Visto por Bolsonaro como principal aliado, Donald Trump fez uma postagem no Twitter cobrando o combate ao desmatamento e às queimadas na região e vinculando a relação entre os dois países à questão amazônica.

Acabei de falar com o presidente Jair Bolsonaro, do Brasil. Nossas perspectivas comerciais futuras são muito empolgantes e nosso relacionamento é forte, talvez mais forte do que nunca. Eu disse a ele que se os Estados Unidos puderem ajudar com os incêndios na Floresta Amazônica, estamos prontos!”, publicou o presidente do EUA.

Leia também
Primeiro-ministro britânico manda recado ao Brasil e diz que está disposto a agir pela Amazônia

Um pouco depois da postagem do norte-americano, Bolsonaro foi ao Twitter contar sobre a conversa, dizendo que as relações “estão melhores do que nunca” e que Trump colocou os EUA à disposição para ajudar na Amazônia. “Presidente Trump também se colocou à disposição para nos ajudar na proteção da Amazônia e no combate às queimadas, se assim desejarmos, bem como para trabalharmos juntos por uma política ambiental que respeite a soberania dos países”, disse Bolsonaro.

A conversa foi interpretada como um puxão de orelha de Trump no aliado. O cientista político Alberto Carlos Almeida avalia que o recado foi dado. “Para o bom entendedor, meia palavra basta. O recado está dado: ou Bolsonaro se comporta em relação à Amazônia, ou esqueça parceria comercial com os EUA”, tuitou.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum