Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
25 de outubro de 2019, 11h38

Cerca de 150 pessoas sofreram intoxicação por petróleo em município de PE

Segundo a prefeitura de Cabo de Santo Agostinho, os pacientes procuraram atendimento apresentando sintomas como náusea, vômito e dificuldade para respirar

Voluntários atuam na limpeza das praias (Foto: Léo Domingos/Prefeitura do Cabo de Santo )Agostinho

Em Cabo de Santo Agostinho, na Região Metropolitana do Recife, cerca de 150 pessoas procuraram atendimento médico em unidades de saúde municipais desde domingo (20). Todas tiveram contato com o óleo que atinge as praias nordestinas desde o final de agosto. Segundo a prefeitura do município, os pacientes procuraram atendimento apresentando sintomas como náusea, vômito e dificuldade para respirar.

Cabo de Santo Agostinho é um dos 10 municípios em Pernambuco afetados pela chegada de óleo tóxico. Segundo a Secretaria Estadual de Saúde, 19 outros casos estão sendo investigados, 17 em São José da Coroa Grande e 2 em Ipojuca.

“Recebemos um grande número de voluntários para fazer a coleta do óleo. Atendemos uma média de 30 pessoas por dia, mas houve uma queda após a chegada do Exército e da diminuição da quantidade de óleo” explica a superintendente de Atenção Básica do Cabo, Juliana Vieira, em entrevista ao portal OP9. Por conta da alta demanda, foi construído um posto somente para prestar atendimento às pessoas que estão trabalhando na limpeza das áreas afetadas.

Em visita a Pernambuco na terça-feira (22), o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, foi questionado sobre a inação do governo sobre a tragédia. Salles alegou que o trabalho de retirada dos resíduos vem sendo feita em conjunto com os as administrações estaduais e municipais das localidades afetadas, mas a informação é contrariada pelo governo de Pernambuco e pela Secretaria de Meio Ambiente do Estado.“Estamos vendo aqui um efetivo expressivo, todos estão engajados e de parabéns”, afirmou.

Só nesta quinta-feira (24), pelo menos 17 voluntários e 4 militares foram atendidos com sintomas de intoxicação pelo óleo que mancha as praias de São José da Coroa Grande, no litoral sul de Pernambuco, segundo a Secretaria Municipal de Saúde. Os voluntários que atuam na limpeza das praias foram atendidos no Hospital Osmário Omena de Oliveira, enquanto os militares receberam os cuidados da Marinha. Entre os sintomas estão dor de cabeça, enjoo, vômitos, erupções e pontos vermelhos na pele.

 

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum