Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
14 de janeiro de 2020, 16h32

“Não bebam a Belorizontina”, diz diretora da Backer

Paula Lebbos reafirmou que a fábrica não usa a substância dietilenoglicol no processo de produção da Belorizontina e da Capixaba

Cerveja Belorizontina, da Backer, onde foi encontrada substância tóxica (Reprodução)

Em entrevista coletiva concedida nesta terça-feira (14), a diretor de marketing da Backer, Paula Lebbos, fez um apelo para que os consumidores das cervejas Belorizontina e Capixaba deixem de bebê-las até que as investigações sobre a explosão de casos de sintomas da síndrome nefroneural, que atinge rins e sistema nervoso, sejam concluídas. A recomendação, segundo ela, vale para todos os lotes das bebidas.

“O que estou pedindo é que não bebam a Belorizontina, qualquer que seja o lote. Eu não sei o que está acontecendo”, afirmou Lebbos. A diretora ainda afirmou que o pedido se estende à cerveja Capixaba, que é produzida na mesma fábrica, embora seja vendida no Espírito Santo. O estado não registrou casos de síndrome nefroneural, mas segundo a Polícia Civil, um dos lotes da bebida foi contaminado pela substância dietilenoglicol, que teria gerado a intoxicação de 12 pessoas em Minas Gerais.

Apesar do pedido, Lebbos voltou a afirmar que a cervejaria nunca usou a substância para resfriar as bebidas, apenas o monoetilenoglicol . “A Backer nunca comprou o dietilenoglicol […] O monoetilenoglicol é utilizado em centenas de cervejas no país e no mundo”, declarou.

A diretora ainda minimizou a hipótese de que um ex-funcionário tenha sabotado a cerveja e pediu que o mercado de cervejas artesanais não seja afetado por esse caso. “O mercado cervejeiro não pode ser indiciado”, disse.

Com informações do G1

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum