VIOLÊNCIA CONTRA A MULHER

VÍDEO: Apresentador da Record é substituído ao vivo após ser acusado de agredir amante

Daniel Santos, que se apresenta como "cristão, pai e cidadão de bem", saiu do programa às pressas porque mulher estava na delegacia

Apresentador Daniel Santos é substituído durante o Balanço GeralCréditos: Reprodução/Youtube
Escrito en BRASIL el

Acusado de agredir a amante, o apresentador Daniel Santos, do "Balanço Geral Curitiba" (RIC TV), da afiliada da RecordTV no Paraná, foi substituído às pressas durante o programa ao vivo nesta segunda-feira (7). No seu lugar, entrou Guilherme Rivaroli, que explicou aos telespectadores que Santos havia sido denunciado na delegacia.

"Gente, hoje cinco minutos depois desse programa entrar no ar, a RIC TV foi comunicada que uma mulher estava na Delegacia da Mulher para fazer um boletim de ocorrência contra o apresentador Daniel Santos, que começou hoje a substituir o Jasson Goulart durante o período de férias do nosso apresentador titular", disse. Santos havia começado naquele mesmo dia.

"Diante dessa denúncia e certa que ela precisa ser esclarecida de forma a não deixar dúvidas, a RIC TV me chamou para assumir a apresentação do programa na edição de hoje. A RIC TV declara que é expressamente contra qualquer tipo de violência, em especial contra a mulher", explicou.

"Na semana em que celebramos o Dia Internacional da Mulher, não poderíamos seguir sem prestar esse esclarecimento. Acompanhamos todos os desdobramentos do caso e de forma transparente nós comunicaremos diretamente com vocês o que está acontecendo. Assim como sempre fizemos e estamos fazendo neste momento", concluiu Rivaroli.

Assista abaixo a partir de 1h04min de programa:

 

"Cidadão de bem e cristão", Santos é acusado de agredir amante

Daniel Santos, que se define como um "cristão determinado, pai e cidadão de bem", foi acusado de ter pressionado a mulher contra um portão na noite de domingo (6). Ela afirma ter mantido um relacionamento extraconjugal com o comunicador.

Um Boletim de Ocorrência foi protocolado e a vítima conseguiu uma medida protetiva contra o repórter, que está proibido de se aproximar da suposta amante. A decisão, embasada na Lei Maria da Penha, foi com base no primeiro exame de corpo de delito feito por ela, que voltará a se apresentar ao Instituto Médico Legal na quarta-feira (9) para realizar novos exames.

O site TV Pop teve acesso às imagens do ferimento da mulher, que teve diversas escoriações no braço, na perna e em outras partes do corpo. Ao portal, o advogado da vítima, Ricardo Baldan, disse que ela e Daniel mantinham um relacionamento esporádico há quatro anos.

Segundo o jurista, a mulher já teria sido humilhada pelo funcionário da Record em diversas ocasiões, mas que nunca havia sido agredida até domingo. “Ela relata que era muito humilhada por ele, não fisicamente, mas verbalmente e psicologicamente. Era chamada de bipolar, louca, era maltratada”, revelou. 

Santos nega as acusações e diz estar sendo vítima de chantagem. “Eu e minha família estamos sendo alvos de chantagem. Quem me conhece e me acompanha no dia a dia, sabe quem eu sou”, pontuou o comunicador, que contratou um escritório de advocacia para atuar em sua defesa.