Coronavírus: Bolsonaro acha que está doente e pede para não receber visitas

Resultado de exame realizado pelo presidente será revelado na manhã de sexta-feira

O presidente Jair Bolsonaro pediu a aliados nesta quinta-feira (12) que não o visitem no Palácio do Alvorada em razão das suspeita de infecção pelo novo coronavírus após viagem aos Estados Unidos. O chefe da Secretaria de Comunicação (Secom) do governo, Fábio Wajngarten, está com a doença.

“Falei com ele agora pelo telefone. Ele disse para eu não pisar lá, porque ele acha que pode estar doente”, disse o ex-deputado Alberto Fraga ao jornalista Igor Gadelha, da Revista Crusoé.

Bolsonaro fez teste para o novo coronavírus na tarde desta quinta-feira após Wajngarten testar positivo para a doença. O secretário esteve na comitiva do ex-capitão em viagem aos EUA. O resultado do exame do mandatário será divulgado publicamente apenas na sexta-feira.

A suspeita de infecção fez o presidente cancelar uma entrevista que daria à rede CNN Brasil na sexta-feira.

Caso seja confirmada a Covid-19, Bolsonaro será o primeiro chefe de Estado a estar com a doença. Autoridades de alguns países – entre elas a ministra da Saúde do Reino Unido – já foram diagnosticadas com a infecção.

Números atualizados do Ministério da Saúde apontam que há 77 casos confirmados no Brasil, espalhados em 10 unidades da federação: São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná, Espírito Santo, Bahia, Alagoas, Minas Gerais, Rio Grande do Sul, Pernambuco e Distrito Federal.

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Lucas Rocha é formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ e cursa mestrado em Políticas Públicas na FLACSO Brasil. Carioca, apaixonado por carnaval e latino-americanista convicto, é repórter da sucursal do Rio de Janeiro da Revista Fórum e apresentador do programa Fórum América Latina