Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
02 de fevereiro de 2020, 06h49

Confirmada a primeira morte por coronavírus fora da China

Homem de 44 anos morreu nas Filipinas; no Brasil, há 16 casos suspeitos

Reprodução/CNS TV

Foi confirmada na madrugada deste domingo (2) a primeira morte causada pelo coronavírus fora da China. Trata-se de um chinês de 44 anos que estava em Manila, nas Filipinas.

A vítima estava internada desde 25 de janeiro com quadro de pneumonia e faleceu no sábado (25). “Ele desenvolveu pneumonia grave. Nos últimos dias, estava estável e apresentava sinais de melhora. No entanto, a condição do paciente piorou nas últimas 24 horas, resultando em sua morte ”, disse o secretário de Saúde filipino, Francisco Duque.

De acordo com a Organização Mundial de Saúde (OMS), o homem que morreu adquiriu o vírus na cidade chinesa de Wuhan, epicentro da epidemia.

Ao todo, o coronavírus já matou, até agora, 304 pessoas. Mais de 14,3 mil casos de infecção, ao redor de todo o mundo, já foram confirmados.

Suspeitas no Brasil 

O Ministério da Saúde apresentou nesse sábado (1) um novo boletim sobre os casos suspeitos de coronavírus no Brasil. Agora, são 16 pacientes que podem estar infectados com o novo coronavirus (2019-nCoV). Na sexta-feira, eram 13 casos suspeitos.

Até as 12h deste sábado, o Ministério da Saúde avaliou que há 16 casos suspeitos, sendo metade em São Paulo. Rio Grande do Sul registra 4 casos suspeitos, Santa Catarina apresenta dois, enquanto Ceará e Paraná possuem um cada.

Na quinta-feira, a Organização Mundial da Saúde (OMS) elevou o grau de risco do novo coronavírus para “emergência de saúde pública de interesse internacional” – mais alto usado pela entidade para classificar epidemias. A declaração foi dada logo após uma reunião entre especialistas da organização.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum