Alckmin tem caminho livre para se juntar ao PSD de Kassab e ser candidato ao governo de SP

Ex-governador deverá sair do PSDB rumo ao PSD em evento com França e Kassab

Geraldo Alckmin tem porta aberta para ser candidato ao governo de São Paulo nas eleições 2022 pelo PSD de Gilberto Kassab. Foi isso que disse o presidente nacional do partido em entrevista ao UOL News, mas sem ainda confirmar a ida de Alckmin para o PSD.

Mas isso deve mudar logo, pois a saída do ex-governador do PSDB é dada como certa, assim como sua ida para o PSD. Tanto que um evento organizado por Kassab e por Márcio França do PSB no próximo sábado, 25, marcará o rompimento de Alckmin com o PSDB.

O PSD aguarda o (ex) tucano de braços abertos:

“Reconhecemos o Geraldo Alckmin como um bom quadro da vida pública, um bom gestor, uma pessoa correta, austera, de conduta ilibada, que terá o apoio do PSD para o governo de São Paulo, diante da declaração já reiterada várias vezes em reunião de que ele será candidato a governador”, disse Gilberto Kassab ao UOL.

Deixamos claro sempre para ele que as nossas portas estão abertas, mas não posso falar por ele, nem de saída do PSDB, nem filiação em novo partido, finalizou.

A ideia de Alckmin deixar o PSDB ganhou forma depois que o atual governador de São Paulo, João Doria (antes afilhado político e hoje desafeto), fez com que seu vice, Rodrigo Garcia, saísse do DEM rumo ao PSDB para ser candidato à sua sucessão, posto que Alckmin queria para ele, como uma chance de renascer politicamente depois do vexame que passou nas eleições presidenciais de 2018.

De acordo com a pesquisa do Datafolha para as eleições 2022, Geraldo Alckmin lidera a corrida para a cadeira de governador de São Paulo para 2022 com 26% das intenções de votos, seguido por Fernando Haddad com 17%.

A rejeição de ambos também é a mais alta entre os possíveis candidatos, com 35% e 34% respectivamente.

Publicidade
Avatar de Eduardo Lima

Eduardo Lima

Jornalista, Redator Publicitário, Editor Web e SEO

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR