Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
19 de agosto de 2019, 12h40

Dallagnol confronta Bolsonaro por indicação de amigo do clã na PGR: “O que deseja com esta nomeação?”

O ministro da Justiça, Sérgio Moro, havia sugerido para Jair Bolsonaro a nomeação de Deltan Dallagnol como Procurador-Geral da República, mas o presidente negou

Deltan Dallagnol - Foto: Reprodução/MPF

Em meio às especulações sobre o novo Procurador-Geral da República (PGR), que deve ser nomeado nos próximos dias, Deltan Dallagnol já tem se pronunciado contra à indicação d0 subprocurador Antonio Carlos Simões Soares, ligado à família de Bolsonaro e, até então, o mais cotado para o cargo. “O que deseja com esta nomeação?”, é uma das perguntas que aparecem no Twitter de Dallagnol, que tem compartilhado diversas publicações contrárias ao novo PGR.

“A quem interessa um MP fraco, disfuncional e dependente?”, compartilhou o procurador. O comentário é originalmente da procuradora Jerusa Viecili, também integrante da Força-Tarefa da Lava Jato em Curitiba. “Todos os colegas do MPF com atuação no combate à corrupção desconhecem este nome. Se for verdade esta informação, o que o Presidente da República deseja com esta nomeação?”, comentou a procuradora Monique Cheker, opinião também compartilhada por Deltan em seu Twitter.

O Facebook silenciou a Fórum. Censura? Clique aqui e nos ajude a lutar contra isso

Apesar de publicamente não falar sobre o procurador Deltan Dallagnol, o ministro da Justiça, Sérgio Moro, sugeriu para Bolsonaro a nomeação de Dallagnol como Procurador-Geral da República, mas foi negado. Moro e Dallagnol aparecem como parceiros na trama de cooperação ilegal revelada pela Vaza Jato.

Além disso, a Vaza Jato também revelou que Dallagnol e Moro fizeram lobby junto a Jair Bolsonaro para indicar Vladimir Aras para o cargo de Procurador-Geral da República (PGR), com a provável saída de Raquel Dodge, agora em setembro. Os diálogos mostram que Aras procurou Dallagnol ainda durante o período eleitoral para articular encontros com pessoas que pudessem influenciar na decisão de Bolsonaro, se eleito, na designação do novo PGR.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum