sexta-feira, 25 set 2020
Publicidade

#GentiliTchutchucaDoMBL: Em guerra aberta com o MBL, bolsonaristas atacam Danilo Gentili

A briga entre representantes da direita bolsonarista segue a todo o vapor. Nesta sexta-feira (30), internautas apoiadores de Jair Bolsonaro resolveram disparar contra o apresentador Danilo Gentili e o Movimento Brasil Livre (MBL), dois antigos aliados do presidente, e levaram a hashtag #GentiliTchutchucaDoMBL aos Trending Topics do Twitter.

A ação foi motivada pela participação, esta noite, de líderes do MBL no programa “The Noite”, do SBT, comandado por Gentili.

O grupo de direita, que já nos primeiros meses de governo Bolsonaro deixou de lado o antigo apoio e passou a tecer críticas ao presidente, entrou em guerra aberta com o governo essa semana por conta da briga entre Kim Kataguiri (DEM-SP), um dos líderes do MBL, e o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP).  Ambos divergiram sobre a lei que pune a divulgação de fake news durante as campanhas eleitorais.

“Bolsonaro acabou com o Coaf, jogou no Banco Central e ainda permitiu indicação política. Isso Eduardo não comentou, além de não saber responder nenhum mérito sobre o projeto e foi pedir ajuda ao pai. Por que o presidente está blindando o próprio filho e impedindo a investigação dentro do próprio país?”, provocou Kataguiri em entrevista à Jovem Pan. Ele ainda chamou o aspirante a embaixador de “deputado fantasma” e “covarde”.

Eduardo Bolsonaro respondeu e, diante da tensão criada entre os dois, Kataguiri esperava que o pai do parlamentar, Jair Bolsonaro, comentasse o caso em sua live semanal no Facebook. Como o capitão da reserva não mencionou seu nome, Kataguiri o chamou de “bundão”.

Danilo Gentili, por sua vez, também abandonou o barco bolsonarista logo nos primeiros meses de governo e tem, com certa frequência, tecido críticas ao governo. A última foi feita nesta quarta-feira (28), quando provocou Bolsonaro por ele ter dito que era de centro-direita. “Bolso é isentão, então?”, questionou o apresentador.

O racha de Gentili e MBL com Bolsonaro foi suficiente para que a milícia bolsonarista nas redes sociais tomassem os antigos aliados como inimigos.

Confira, abaixo, parte da repercussão.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.